Blog

  • Vingadores: Ultimato – Breves Comentários

    25 de abril de 2019

    Vingadores: Ultimato – Breves Comentários

    Nessa quinta (25 de abril) chega aos cinemas brasileiros “Vingadores: Ultimato”, o ato final (apesar de Kevin Feige dizer que na verdade é “Homem Aranha: Longe de Casa”) de 11 anos do Marvel Cinematic Universe. Indo na esteira dos eventos de “Vingadores: Guerra Infinita”, “Ultimato” mostra os heróis sobreviventes ao estalar de dedo de Thanos (Josh Brolin) tendo que lidar com as consequências do acontecido, ao mesmo tempo que precisam descobrir um jeito de reverter o que aconteceu. Não vou dizer nada além disso sobre a história, mas quero falar um pouco sobre a construção geral até chegar ao fim do jogo.

    Os Irmãos Russo pegaram tudo o que aconteceu nos 21 filmes anteriores e precisavam amarrar diversas pontas que foram sendo deixadas no caminho. O que ocorre é que eles conseguem, com todo o louvor, fechar um ciclo maravilhoso de 11 anos e 21 filmes até aqui. Com um foco maior logicamente colocado na equipe “original” (Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro, agora Ronin), mas com espaço para os outros sobreviventes terem sua importância devidamente colcocada, o filme nos leva numa incrível viagem de quase três horas de duração, culminando num final apoteótico e fantástico.

    É complicado falar algo além disso sem correr o risco de soltar spoilers involuntários, então fica aqui a dica: VÃO AO CINEMA, É UMA ORDEM!

    Postado por Will Sparrow

    Avatar do Caos, otaku da velha guarda, brony nas horas vagas.