Blog

  • Vamos falar de: My Little Pony

    5 de novembro de 2018

    Vamos falar de: My Little Pony

    Vamos falar de: My Little Pony

    Alguns anos atrás eu meio que me interessei em assistir My Little Pony. Sem nenhum motivo aparente, apenas achava aquilo bonitinho e fiquei curioso. Mas como sempre protelei e fui deixando pra lá. Mas aí o Kinder Ovo veio com surpresas do desenho, e acabei (também por motivos de achei as surpresas bonitinhas) colecionando, e consegui todas as quatro pôneis e as quatro Equestria girls da coleção. Depois disso acabei cedendo à vontade de assistir ao desenho de uma vez por todas.

    Foi aí que percebi que demorei demais pra começar a assistir.

    My Little Pony, basicamente, trata da história de Twilight Sparkle, uma pônei (na verdade unicórnio) que é mandada da cidade de Canterlot, onde ela era aprendiz da Princesa Celéstia até Ponyville, uma cidade tipicamente interiorana. Twilight só pensava em seus estudos e não ligava muito para amizades. Mas em Ponyville ela conhece outras pôneis e passa a aprender o valor que a amizade tem, vivendo diversas aventuras ao lado de suas novas amigas Rainbow Dash, Applejack, Rarity, Fluttershy e Pinkie Pie, além do seu fiel ajudante (e amigo) Spike, um dragão bebê.

    A série vai avançado nas aventuras (e desventuras) dessas amigas, encarando inimigos poderosos (cito aqui os principais, que são Nightmare Moon, Discórdia, o Rei Sombra e Tirek), além de resolver problemas envolvendo o principal mote da série, que é a amizade, e o poder que ela tem de mudar até mesmo alguém com um coração duro. É uma história agradável, que pode cativar desde crianças até adultos. O que me leva a outro ponto interessante sobre esse desenho.

    Conforme me aprofundei na série passei a buscar mais coisas sobre ela e sobre seus fãs adultos, chamados Bronies. De certo modo a coisa pode soar (e parecer) um bocado creepy, porém vamos então falar sobre fandoms. Eles existem para quase qualquer coisa que o mundo nerd/geek tem em suas entranhas, sejam jogos, séries, desenhos animados (ocidentais E orientais), quadrinhos (sejam comics ou mangás). Ok, My Little Pony tem todo um apelo maior para garotas, mas como eu já disse anteriormente a questão de idade é absolutamente relativa. Sendo assim acho amplamente possível aplicar a questão de gênero aqui como também TOTALMENTE relativa, e vou usar como base os mangás shoujo. Muitos garotos acabam gostando de um ou outro mangá shoujo (é impossível eu ser o único a gostar de coisas como Sailor Moon, Cardcaptor Sakura e Magic Knight Rayearth). É possível encontrar outros exemplos, mas fico com os que fizeram mais sucesso em algum momento por aqui. A questão é que as seis personagens principais de My Little Pony acabam causando um impacto maior do que os outros porque são coisas fofas, e aparentemente homens não podem gostar de coisas fofas porque a sociedade acha isso absurdo. Felizmente eu ando fora dessa curva e quero que se exploda o que a sociedade acha disso. Graças a meu cérebro funcionar meio bizarramente eu acabei sendo MESMO fisgado pela série, pelos motivos que eu já disse anteriormente como personagens extremamente carismáticas, uma história de aprendizado do valor da amizade (que acho que TODO MUNDO deve achar importante, não?) e músicas super legais (eu coloco uma em evidência, mas de Equestria Girls: The Midnight in Me, que trata de certa forma do risco de seu pior lado acabar se mostrando, mesmo que você não queira).

    Mesmo parecendo anormal, um homem (e adulto) pode vir a gostar de algo como My Little Pony e isso não tem absolutamente nada de errado ou estranho. E isso me leva a um ponto intrigante sobre o fandom: o poder de criação de obras de fãs, principalmente músicas e vídeos.

    Existem diversas músicas de Bronies espalhadas por aí, sendo com temática esbarrando em personagens diversos ou até mesmo uma canção (que gerou um vídeo maravilhoso) onde mostra como a Princesa Luna se transformou em Nightmare Moon, e assim acaba banida para a lua por sua irmã mais velha Princesa Celéstia. Ou um vídeo com uma história original de uma pônei cega chamada Snowdrop, que arranca lágrimas até de um cara como eu.

    Enfim, esse texto foi mais para dizer o que penso da série e tentar mostrar pro pessoal que vale dar uma chance a ela!

    Postado por Will Sparrow

    Avatar do Caos, otaku da velha guarda, brony nas horas vagas.