Blog

  • Rocketman: E Aí?

    19 de junho de 2019

    Rocketman: E Aí?

    Ano passado “Bohemian Rhapsody” arrebatou multidões ao cinema com a história do Queen (mas basicamente focada em Freddie Mercury), que deu esse ano o Oscar de Melhor Ator a Rami Malek. E 2019 trouxe outro filme do gênero, porém esse com um algo a mais.

    Rocketman traz a história de Reginald Dwight (Taron Egerton), que sonha em fazer sucesso com música. Em determinado momento da vida percebe que só conseguiria isso mudando seu nome. Então o mundo conhece Elton John e suas extravagâncias, sua genialidade, seus romances (principalmente com John Reid, vivido por Richard Madden) e sua duradoura amizade com Bernie Taupin (Jamie Bell).

    O filme constrói uma linha do tempo espetacular, contada por Elton numa reunião de viciados (algo como a AA ou a NA). E aqui temos a primeira diferença desse filme para “Bohemian Rhapsody”: enquanto o filme do Queen usa as músicas para mostrar como a banda as criava em “Rocketman” elas ajudam a contar a história, muitas vezes totalmente fora de sua época mas magistralmente encaixada com o que acontecia na vida de Elton. O segundo ponto em que o filme se diferencia (e aqui pra MUITO melhor) é que Taron Egerton canta as músicas de Elton, enquanto Rami Malek apenas dublava Freddie. A coragem de Elton John em bater de frente com o estúdio e os produtores, pedindo que NADA fosse retirado (por mais polêmico que pudesse ser, como o uso de drogas ou uma cena de sexo entre Elton e John Reid) dá a esse filme uma aura ainda mais espetacular, indo de novo num caminho diferente de “Bohemian Rhapsody”, que evitou ao máximo polêmicas para ter uma censura menor.

    “Rocketman” é um deleite para quem curte musicais. Mas se você não curte eu ainda assim recomendo, porque é uma viagem e tanto!

    Postado por Will Sparrow

    Avatar do Caos, otaku da velha guarda, brony nas horas vagas.