Blog

  • Os Exterminadores do Além contra A Loira do Banheiro – E Aí?

    4 de dezembro de 2018

    Os Exterminadores do Além contra A Loira do Banheiro – E Aí?

    O Brasil nessa última década tem uma gama interessante de filmes que fogem do estereótipo das produções que retratam as favelas ou as comédias pastelão. Tropa de Elite 1 e 2, O Doutrinador, O Homem do Futuro, Dois Coelhos e outras obras interessantíssimas estiveram por aí. Mas Os Exterminadores do Além contra A Loira do Banheiro entra numa gama de filmes que apenas o diretor Rodrigo Aragão conseguiu trazer por aqui, mas fora do circuito: o terrir junto com o trash.

    Exterminadores bebe da fonte que Sam Raimi iniciou lá nos anos 80 com The Evil Dead, e mesmo patinando em alguns momentos é uma obra divertidíssima, ao mesmo tempo em que é nojenta, escatológica e politicamente incorreta, essa última uma marca registrada de Danilo Gentili.

    Nossos “heróis” (vividos por Danilo Gentili, Léo Lins, Dani Calabresa e Murilo Couto) possuem um canal no YouTube, onde caçam assombrações de modo absolutamente ridículo e são mais alvo de chacota do que levados a sério. Mas a história muda quando o diretor de um colégio (Sikêra Junior, MAGISTRAL na película) os convoca após um suposto caso envolvendo a loira do banheiro. A partir daí o filme se torna um festival trash de primeira linha, se levarmos em conta que o Brasil ainda é um tanto novato na área com exceção de Rodrigo Aragão.

    Com participações especiais de Barbara Bruno, Antonio Tabet e a novata Pietra Quintela como a Loira do Banheiro (a garota é promissora, mandou demais no papel!) o filme não é pra todo mundo, principalmente se você não curte o politicamente incorreto ou cenas pra lá de nojentas. Se você curte isso tudo, vale a ida ao cinema!

    Postado por Will Sparrow

    Avatar do Caos, otaku da velha guarda, brony nas horas vagas.