Notícias

  • CCXP e a Incrível Garota Desdobrável

    14 de novembro de 2019

    Se tem uma coisa que o Brasileiro sempre teve foi talento, podem dizer o que for, mas isso nunca irão tirar de nós.

    E a CCXP faz um belo trabalho, divulgando esses talentos espalhados pelo Brasil, e uma delas e essa incrível Garota Desdobrável é um desses belos talentos do nosso Brasil…

    Eu sempre tive a oportunidade de estar rodeado de gente talentosa, desde artistas de rua, musicos, grafiteiros a escritores, e a internet me ajudou muito a expandir esse grupo de pessoas, incluindo a Bianca Mól, eu acompanho o esse canal desde que foi criado, e acho de ate antes disso, quando ela me contou essa ideia que ela tinha do canal.

    Vou deixar as ilustrações que ela vai levar para a CCXP e a sua biografia para todos poderem conhecer esse grande trabalho da Bia e ver seu grande talento!

    “Bianca é ilustradora, roteirista de sonhos e videocontadora de histórias. Em 2014, criou o canal Garota Desdobrável, no qual escreve, ilustra, dirige, filma, narra e edita videocontos autorais repletos de cores e fantasia. Todo o seu trabalho se baseia em animações artesanais em que mistura linguagens, brinca com poesia e busca resgatar a beleza do simples. Hoje, além de contar contos fantásticos, também se aventura em outras narrativas de mil tipos: livro, televisão, publicidade, música, web, quadro, colagem etc. Se dá pra viajar na imaginação, pode confiar: ela estará lá! É bacana lembrar que todo o seu trabalho é artesanal. Bianca é apaixonada pelo feito à mão: adora papéis, aquarelas, canetinhas, lápis e estiletes. Com eles, encontrou um jeito de se expressar e desbravar o mundo colorindo o dia a dia com arte. Além do amor pela escrita e pelo desenho, coleciona uma série de outras paixões, como cinema e astronomia. Bianca tem dois livros publicados: “Garota Desdobrável – Contos de Papel”, pela editora Leya, e “Astro”, lançada de forma independente na CCXP de 2018.”

    Postado por Jefferson Lego

    Anti-heroi em treinamento, mestre da sutil arte de insultar sem que a pessoa se sinta insultada...
    Seguindo meu Ka sem restrições nem arrependimentos...