Blog

  • Imbróglio Marvel vs Sony: Meus Pitacos

    22 de agosto de 2019

    Imbróglio Marvel vs Sony: Meus Pitacos

    Eu vou dar um pitaco de leve sobre essa história Marvel/Disney vs Sony na treta sobre o Miranha.

    A Sony comprou os direitos sobre o personagem pro cinema num momento em que a Marvel como um todo estava à beira da falência em meados dos anos 1990, e vendeu o direito de vários de seus personagens para produções cinematográficas para conseguir se reerguer. O tempo passou, a Marvel se reestruturou, voltou a operar com tudo e lá em 2008 deu início ao ambicioso projeto da Marvel Studios para levar seus personagens ao cinema, momento em que a Disney entrou na parada e COMPROU a Marvel toda.

    Ok, pulamos para 2015 e para um acordo de Sony e Marvel para que o Teioso aparecesse no MCU. O acordo na verdade era extremamente vantajoso para a Sony: a Marvel auxiliaria na área criativa, enquanto a Sony bancava a produção, marketing e distribuição dos filmes solo do herói, com isso a Marvel poderia também usá-lo no MCU (o que ocorreu em Capitão América: Guerra Civil, Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato), e a Sony e a Marvel trabalhariam juntos em dois filmes-solo do personagem, que foram De Volta ao Lar e Longe de Casa. Após esses filmes o acordo de cinco filmes terminou, e uma renegociação para continuar a parceria se iniciou na esteira do sucesso arrasador de Ultimato e com Longe de Casa se tornando a maior bilheteria de um filme da Sony na história. E foi aí que o caldo começou a entornar.

    Aparentemente Kevin Feige resolveu que ficar com apenas 5% da bilheteria (segundo informações) já não era o bastante, e nessa nova rodada de negociações ele pediu 50% da bilheteria, enquanto a Sony continuaria bancando tudo. Claramente a Sony não concordou e aparentemente Feige tirou o time de campo, fazendo com que um novo acordo não ocorra e o Homem-Aranha esteja, no momento, oficialmente fora do MCU novamente.

    É aqui que precisamos pensar com calma. A Sony tem sua razão: ela banca a porra toda, então é justo a maior parte da bilheteria ficar com ela, e esse desejo da Marvel/Disney é puramente por mais e mais dinheiro, megalomania pura. O que precisava acontecer era talvez a Marvel/Disney aceitar o acordo como estava, era um win/win. Só que dinheiro tá falando mais alto dos dois lados, e o risco de uma perda dupla é grande. Mas com um porém: o MCU acabou de recuperar SÓ os X-Men e o Quarteto Fantástico para suas fases seguintes, além de ter DIVERSOS personagens que podem manter a coisa toda funcionando tranquilamente sem o Miranha. A Sony pelo contrário só tem os personagens do Aranhaverso, e já provou que não consegue fazer algo plenamente consistente (mesmo com muitos acertos no caminho) e corre o risco de ter perdas com esse acordo sendo desfeito.

    Agora nos resta aguardar pelas cenas dos próximos capítulos e ver até onde isso vai.

    Postado por Will Sparrow

    Avatar do Caos, otaku da velha guarda, brony nas horas vagas.