Blog

  • Aves de Rapina – E Aí?

    6 de fevereiro de 2020

    Aves de Rapina – E Aí?

    Quando eu falei sobre o Universo Estendido da DC o filme que eu mais critiquei foi, definitivamente, Esquadrão Suicida. Uma bagunça generalizada e um desperdício de ótimos atores num filme confuso e ruim. MUITO ruim. Então quando a DC/Warner anunciou Aves de Rapina, mas com um foco maior na emancipação de Harley Quinn, muita gente (eu inclusive) achou que era uma ideia pra lá de arriscada. Mas três acertos consecutivos (Aquaman, Shazam! e Coringa) me deu um fio de esperança. E o trailer pareceu bastante divertido (mas Esquadrão também teve isso, daí o medo). Mas os medos eram um bocado infundados.

    Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa (pra que um nome desse tamanho?) trata da história de Harleen Quinzel (Margot Robbie). Sim, começamos com o foco total em Harley, que após ter seu relacionamento com o Coringa finalizado resolve que deve se erguer e fazer seu próprio nome, descolado de seu ex-namorado. Mas sem a proteção do Palhaço, do Bobo, ela vira alvo de muita gente que queria ir à desforra por coisas que ela fez. É aí que entra Roman Sionis (Ewan McGregor), líder de gangue em Gotham que por anos queria matar Harley, mas não podia. Mas os caminhos de muita gente na história converge ao foco de Cassandra Cain (Ella Jay Basco), uma garota bastante travessa que gosta de roubar os outros, e acaba roubando algo de Sionis. É aí que entram Renee Montoya (Rosie Perez), policial que nunca tem seu trabalho reconhecido, Dinah Lance (Jurnee Smollett-Bell), uma cantora que trabalha numa boate de Sionis, e uma mulher misteriosa, conhecida como Assassina da Besta (Mary Elizabeth Winstead), que ninguém sabe muito bem o que tá fazendo além de matar uma galera. Então tudo leva elas a se unirem por um bem comum, e precisarão lutar pelas próprias vidas.

    Indo na contramão do que muita gente esperava o filme é genuinamente bom. Grande parte dos erros cometidos em Esquadrão, seja em roteiro ou em decisões tomadas às pressas foram corrigidas para Aves de Rapina. Assim o filme acaba divertindo muito, além de ter uma ação das melhores que a DC teve nos últimos anos (sem os exageros superpoderosos de Batman vs Superman, Mulher Maravilha, Liga da Justiça e Aquaman). Margot Robbie parece muito mais à vontade no papel de Harley, e isso faz com que a personagem esteja muito melhor do que em Esquadrão Suicida. As outras atrizes tanbém parecem completamente à vontade em seus papéis, mas nesse ponto eu falo especialmente de Mary Elizabeth Winstead. Nossa eterna Ramona Flowers como Caçadora está maravilhosa, e admito que já quero ver mais dela na DC! E Ewan McGregor se diverte o quanto pode como o vilão Máscara Negra, mesmo que só use a máscara uma vez no filme todo. A trilha sonora também é um belo trunfo no filme, com uma seleção excelente de músicas como “Barracuda”, da banda Heart.

    Enfim, estou muito satisfeito com o que vi do filme, e recomendo sim ver no cinema. Vale a pena!

    Postado por Will Sparrow

    Avatar do Caos, otaku da velha guarda, brony nas horas vagas.