Blog

  • A crítica – Bird Box ( Spoiler )

    30 de dezembro de 2018

    A crítica – Bird Box ( Spoiler )

    Bird Box, o grande lançamento que foi prometido pela Netflix, foi titulado como uma das surpresas de supense e terror no ano de 2018.

    • Pontos técnicos do filme :

    A filmagem e o som é muito bem feito, e é um dos fatos que eu mais gosto do filme, a ambientação do filme contribui com o clima pesado dos personagens e o som tem aquele aspecto de mistério junto com a tensão do filme.

    • O Roteiro :

    Mas o que me estressa no filme são os seus furos de roteiro, parece que tiveram uma preguiça gigantesca na hora de concluir a história e o desenvolvimento de cada personagem, um dos exemplos é quando a personagem Malorie ( interpretada por Sandra Bullock ) nem se quer dá nome aos seus filhos, só os chamam de garoto e garota, a tentiva de romance no supermercado, aquele ” sexo pós-apocalíptico “, acabou tirando o brilho da premissa, que sim é muito boa.

    A equipe da Netflix escolheu ótimos atores, mas isso misturou com o péssimo desenvolvimento dos personagens.

    Um dos fatores que eu mais gostei foi a idealização das metáforas que o autor do livro Josh Malerman faz, eles reproduziram bem fiel ao livro, tanto a menção das conexões em mídias sociais, entre ” bird box “, que os seres humanos estavam presos como pássaros dentro de caixas e também o conceito do medo, idealizado pelas
    ” aparições “.

    • Atuações :

    Todos nós sabemos que a Sandra é uma boa artista, mas ela me pareceu inexpressiva, eu até entendo o porque dela ser assim o personagem dela carrega uma carga dramática pelos fatos familiares tanto pelo passado com o pai e por perder a irmã, as cenas com as vendas e também com ações são muito bem feitas.

    John Malkovich e Trevante Rhodes foram atuações que se destacaram, o jeito carrancudo e desconfiado do personagem de John salvaria todos, ele é bem o tipíco personagem que faz aquela frase ” eu bem que te avisei “, mas o drama é o ” necessário ” para o andar do filme.

    Já o personagem do Trevante é o mais humano possível e ele é o que nos faz acreditar o máximo possível que todos vão sobreviver, ele é a calma, coragem e também um líder ( apesar de terem estragado uma cena dele no fim do filme, que é preguiça de roteiro ).

    Os outros personagens também eram legais e tinham o seu peso na história, principalmente pelo fato do filme sempre seguir em uma linha de transição entre o passado e o presente.

    • Conclusão :

    O filme é de nível ” ok “, não era tudo isso que a Netflix tinha prometido, principalmente pelo elenco que foi colocado, as partes de ação são boas, a ambientação e os efeitos sonoros também não deixam a desejar, a personagem Malorie não cativa, mas é um filme legal para se ver com os amigos ou em família, fazer uma sessão pipoca e se divertir ! .

    Postado por Vítor Andrião